A maçã – Raul Seixas – Análise da Letra


Essa é uma das músicas mais conhecidas de Raul Seixas. Regravado também por outros artistas como Débora Blando (foi quando conheci a música). Vamos analisar o teor da mensagem da música:

Se esse amor
Ficar entre nós dois
Vai ser tão pobre amor
Vai se gastar

Aqui ele diz que amor entre 2 pessoas é um “pobre amor”. É um amor que se gasta. Logo de cara ele já detona como sentimento mais importante do mundo, que é o amor.

Se eu te amo e tu me amas
Um amor a dois profana
O amor de todos os mortais
Porque quem gosta de maçã
Irá gostar de todas
Porque todas são iguais

Aqui a coisa fica mais clara ainda. “um amor a dois” é muito ruim. Esse tipo de amor “profana o amor de todos os mortais”. Aqui ele entra com um raciocínio frágil de que ‘quem gosta de uma, vai gostar de todas, porque todas são iguais’. Machismo ao quadrado. “Tanto faz qualquer mulher. Se você gosta de mulher, então qualquer mulher é mulher, nesse caso”. Essa é a ideia nas entrelinhas. Triste, né? Vamos continuar.

Se eu te amo e tu me amas
E outro vem quando tu chamas
Como poderei te condenar?
Infinita tua beleza
Como podes ficar presa
Que nem santa num altar?

Ela é uma mulher muito bela e que se for fiel e tiver apenas seu cônjuge, seria o mesmo que uma “santa” no altar. Aqui ele diz que todas as mulheres são iguais. Não existem “santas”. Do ponto de vista do autor, só existiria uma mulher fiel ao seu marido se a mesma fosse uma santa.

Quando eu te escolhi
Para morar junto de mim
Eu quis ser tua alma
Ter seu corpo, tudo enfim
Mas compreendi
Que além de dois existem mais

Acho que nem precisa explicar o acima. Ao se casar ele tinha uma opinião. Bastava ela e mais ninguém. Com o decorrer do casamento ele passou a ver que existiam muitas mulheres que ele poderia virtualmente ter. Agora ele não estava mais feliz. Pra que ficar com uma só?

Amor só dura em liberdade
O ciúme é só vaidade
Sofro, mas eu vou te libertar
O que é que eu quero
Se eu te privo
Do que eu mais venero?
Que é a beleza de deitar

“Amor só dura em liberdade”. Traduzindo: Casamento é uma prisão. Não existe liberdade para um casal que só tem um ao outro.

“sofro mais eu vou te libertar”. Aqui ele diz que vai por fim ao casamento. Afinal, isso é um sofrimento. Vai sofrer com isso, mas para ele isso é a verdadeira liberdade.

“O que que eu quero se eu te privo, do que mais venero que é a beleza de deitar”. O casal já não tinha uma bom relacionamento conjugal. Se privavam um ao outro em suas relações íntimas. 

O que eu achei da letra

Um desastre. Um verdadeiro desastre inacreditável. Um ataque a família. É a minha opinião. Tenha muito cuidado com esse tipo de letra. Não deixe isso ir ao seu subconsciente. Valorize a sua relação com seu cônjuge e seja feliz com a pessoa que você escolheu para viver a vida. 

É lamentável que existam letras de música como essa totalmente desprovidas de quaisquer virtudes. 

 

 

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Aaa

Sério que entendeu assim?
Que pena…
Perdeu algo mais profundo que apenas Raul poderia trazer nesse momento. Mais amor e menos julgamento xoxo

Marcus Gomes

Você já viu o clipe dessa música? Pelo clipe, ele não parece estar falando em amor, casamento…

Dimitri Vinicius Da Silva

Acredito que o trecho da maçã não faz apologia ao machismo. Antes, a maçã é uma metáfora a tentação ou ao proibido. Há uma crítica a moralidade , há uma subversão de valores. Como se Raul estivesse dizendo : – Não há nada de errado em eu amar várias pessoas, ainda que a sociedade com seus contratos sociais diga que isso é errado, pois é natural do ponto de vista físico eu me sentir atraído por outras pessoas ” todas as maçãs são iguais” .

Dimitri Vinicius Da Silva

Olha é muito triste que sua cosmovisão(visão de mundo) seja tão destorcida pelos valores fundamentalistas como a moral e a religião. Seria de vital importância que ao analisar essa letra , o fizesse sob a perspectiva da filosofia. Raul erá um filósofo afinal! Você já ouvir falar sobre Niilismo? Nietzche por exemplo? Essa corrente de pensamente defende a subjetividade do ser, ou seja, não existem valores que dão base para as tradições. Ou seja : Não existe família, não existe moral, não exite ética, não existe certo e errado, bem e mal. Porém, nós enquanto sociedade damos significados a essas… Read more »

Paloma Rodrigues

Nossa realmente bem triste uma música tão linda que até venho me baseando para me sentir mais livre, ter uma visão tão distorcida para algumas pessoas. Mas realmente uma vez li que era importante também ler materias que não tem a mesma opinião que vc, porque podemos abrir nossas mentes e entender que tudo realmente eh perspectiva mesmo. Abraços

Luciano Vitório dos santos

Nossa sou fã do raul a analise ta correta mais a musica serve para homen ou mulher em todo seu significado o analista ai foi pelo lado do mi mi mi de machismo quando se cantada por mulher a situação e de homen e cantada por homen e de mulher

Ivan

Discordo totalmente dessa análise. Eu vejo exatamente um homem com ciúmes de uma mulher que possui um amante, ou talvez mais (Mas compreendi que além de dois existem mais). Mas é o jeito dela. E o que ele quer é compreender ela (como poderei te condenar?), deixar ela ser livre, sem ciúmes (Sofro mas eu vou te libertar). Afinal o amor só dura em liberdade.

12
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x