Entender SIM, aceitar, NÃO

Como assim, eu tenho que aceitar seu estilo de vida, suas escolhas, seu objetivo na vida? Não, eu não tenho que aceitar. Porém, tenho que entender e respeitar quaisquer que sejam suas escolhas. A vida é sua.

Leia mais reflexões no blog

Todos nós somos livres para viver qualquer tipo de vida, somos apenas escravos das consequências das nossas decisões e do modo como a conduzimos. Mas quero deixar bem claro que não temos que “engolir” qualquer coisa. Se tal estilo de vida não combina com meus valores, não sou obrigado a aceitar em minha vida. Não sou obrigado a aplaudir de camarote.

Amar ao próximo não é o mesmo que amar as “escolhas que o meu próximo faz”. Amar ao próximo é não odiar alguém só porque ele escolheu um caminho diferente do seu.

Estamos vivendo uma época muito turbulenta da história da humanidade. O mergulho de cabeça que fizemos na “tecnologia das relações humanas” foi profundo. O problema é que muitos vão descobrir tarde demais que não sabem nadar.

Por fim, lembre-se sempre: você não tem que amar tudo que as pessoas fazem ou tudo que as pessoas escolhem para a vida delas. Você não tem que ficar sorrindo pra tudo isso pra ser uma boa pessoa. Entenda que cada um tem suas próprias escolhas. Respeite cada uma delas, mas tenha seus próprios valores. E se esses valores forem justos, apegue-se a eles. Viva sua vida, concentre-se nela e seja muito feliz.

Gostou? Deixe seu comentário. Compartilhe com seus amigos!

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of