Cinco dicas importantes para obter a velocidade máxima da sua Internet

Você contratou uma baita de uma conexão de 50mb/s e mesmo assim seu computador fica lento? Isso pode acontecer se você não der atenção nem configurar adequadamente seu roteador WI-FI. Esse é um problema muito comum. Podem ocorrer também quedas intermitentes da sua conexão. A solução é bem simples e torna desnecessário contratar um suporte técnico. Vou te explicar tudinho nesse tutorial.

As dicas que vou te passar vão estabilizar sua rede e melhorar a velocidade da sua internet.

Franquia Virtual com mais de 450 produtos. Sua Oportunidade!

Problemas comuns e as soluções possíveis

1. Mude seu servidor DNS

Os DNSs são intermediadores entre seu navegador e o site que você quer acessar. Eles transformam o endereço da URL em endereços IPs dos sites de destino.

O próprio provedor de internet determina o DNS que você usa, mas você pode optar por DNSs com maior performance. Vamos usar como exemplo o DNS público do Google e vamos te mostra também como descobrir o melhor DNS a ser usado.

Passo 1. No Menu Iniciar, clique no ícone de engrenagem para acessar as configurações.

No Menu Iniciar, acesse suasConfigurações do Windows (Foto: Reprodução/Helio Pere)

No Menu Iniciar, acesse suasConfigurações do Windows (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Passo 2. Clique em “Rede e Internet”. Depois, selecione “Alterar as opções de adaptador”.

Configurações de Rede e Internet do Windows (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Configurações de Rede e Internet do Windows (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Passo 3. Na janela que abrir, selecione a rede que está em usando. Ela pode ser uma rede Wi-Fi, se for sem fio, ou Ethernet, se for a cabo.

Passo 4. Clique em “Propriedades”.

Para tornar possível a realização da troca do DNS, é preciso acessar as propriedades da rede (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Para tornar possível a realização da troca do DNS, é preciso acessar as propriedades da rede (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Passo 5. Agora, selecione “Protocolo IP versão 4 (TCP/IPv4)” e acesse suas propriedades;

Propriedades do Protocolo IPv4 (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Propriedades do Protocolo IPv4 (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Passo 6. Na próxima janela, clique na opção “Usar os seguintes endereços de servidor DNS” e finalize o procedimento inserindo os números conforme a imagem: 8.8.8.8 para Servidor DNS preferencial e 8.8.4.4 para Servidor DNS alternativo.

Insira cada um dos quatro números entre os pontos (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Insira cada um dos quatro números entre os pontos (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Passo 7. Escolha a opção “Validar configurações na saída” e depois clique em “OK”.

2. Mude o canal do seu roteador

Essa é sem dúvida uma das maneiras mais fáceis de melhorar a recepção do Wi-Fi, melhorando a qualidade do sinal de sua internet. Isso porque, em locais onde há muitos roteadores próximos, como em condomínios com muitos blocos de apartamento, o canal de transmissão padrão costuma congestionar, o que leva a lentidão.

Para descobrir quais canais oferecem a melhor conexão, é possível utilizar ferramentas como o Wifi Analyzer. Esse software, disponível para celulares Android, analisa as redes próximas e mostra as frequências mais recomendadas para o seu roteador.

Utilizando o Wifi Analyzer

Passo 1. Baixe o Wifi Analyzer e abra o aplicativo. Logo que abrir a tela inicial, é possível localizar as redes Wi-Fi mais próximas e descobrir quais canais elas estão utilizando no momento. Para saber qual canal é o melhor para você, toque no ícone do olho, no topo da tela, e selecione “Classificação de Canal”.

O Wifi Analyzer vai identificar os canais menos congestionados (Foto: Reprodução/Helio Pere)

O Wifi Analyzer vai identificar os canais menos congestionados (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Passo 2. Conforme a indicação do app, toque no triângulo amarelo e escolha sua rede Wi-Fi. Em seguida, o Wifi Analyzer vai exibir os canais mais indicados com o maior número de estrelas.

 

Alterando o canal do seu roteador

Embora a alteração de canal varie um pouco de acordo com o modelo e a também da fabricante do roteador, as nomenclaturas e os procedimentos  geralmente são os mesmos na maioria dos aparelhos. Para este passo a passo, vamos utilizar o roteador WR840N, da TP-LINK.

Passo 1. Em seu navegador, digite o endereço de IP do roteador e acesse suas configurações. Esse endereço você pode obter no equipamento ou no manual dele. Se não souber, é só ligar no seu provedor de internet que ele vai te passar rapidinho.

Acessando o endereço de IP do seu roteador (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Acessando o endereço de IP do seu roteador (Foto: Reprodução/Helio Pere)

Passo 2. Já na tela de Configurações, informe o login e a senha informados pela fabricante do seu roteador. Normalmente, esses dados estão informados na parte inferior do equipamento.

Passo 3. Selecione a opção “Wireless”, que também pode aparecer como “Sem Fio” ou “WAN”. Caso o modelo do seu roteador seja diferente, talvez seja necessário navegar nas opções dele para encontrar a opção correta.

Passo 4. Após localizar as configurações de canal, escolha o melhor canal indicado pelo Wifi Analyzer. Caso existam opções relacionadas a região, verifique se o país selecionado seja o Brasil.

Passo 5. Salve as modificações e reinicie seu equipamento.

3. Utilize a banda correta no roteador

Os roteadores Wi-Fi mais modernos possuem duas bandas de transmissão (dual-band): uma é mais rápida, com velocidade de 5 GHz e a outra, de 2,4 GHz, que é compatível com mais dispositivos. Os aparelhos com essa tecnologia transmitem os dois sinais ao mesmo tempo, como se fossem duas redes independentes.

Embora muitos não saibam, é muito importante escolher a rede correta na hora de se conectar. Enquanto as redes de 2,4 GHz atingem distâncias maiores, as redes de 5 GHz são mais rápidas e sofrem menos interferência de aparelhos eletrônicos. Ao escolher a conexão melhor para seu uso, você garante que o acesso à Internet vai sofrer menos com instabilidades.

Na maioria dos roteadores mais modernos, dual-band, é possível identificar as diferentes bandas apenas pelo nome das conexões. A rede de maior velocidade costuma ter a indicação “5 GHz” ou “5G”.

Adquira um roteador mais moderno

Embora pareça uma alternativa mais cara, a compra de um novo equipamento pode eliminar diversos problemas de uma só vez. Isso porque, além dos modelos mais modernos serem mais rápidos, os equipamentos cedidos pelas provedoras de Internet costumam ter baixo alcance, prejudicando em muito a estabilidade do sinal e o ping.

Na hora de comprar um novo roteador, dê preferência a modelos com antenas externas e transmissão dual-band. Desse modo, você garante que o equipamento vai suportar conexões de mais alta velocidade, com 5 GHz, e em grandes distâncias, com 2,4 GHz.

Utilize um cabo Ethernet

Se a opção anterior não for viável para o momento, utilizar uma conexão cabeada é uma maneira prática e barata de atingir a máxima velocidade da sua Internet. Quando falamos de jogos online, a diferença é ainda mais gritante, já que, com o cabo, a latência na transmissão de dados acaba sendo muito menor.

Redes à cabo sofrem menos com a variação de ping

Redes à cabo sofrem menos com a variação de ping

Em dispositivos que não exigem mobilidade, como computadores de mesa (desktop) e consoles de videogame, as vantagens do cabo Ethernet sobre as redes sem fio acabam sendo ainda bem maiores.

Gostou da matéria? Compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of